Joom!Fish config error: Default language is inactive!
 
Please check configuration, try to use first active language

CEsA n | Glossary

There are 300 entries in this glossary. new entry
All a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z
entry
article
key words: Necessidades Básicas, Desenvolvimento Humano

As necessidades básicas podem ser consideradas todas aquelas a que o ser humano deve ter acesso para sobreviver com decência, suprindo as suas necessidades fisiológicas e mentais e são consideradas objectivas e universais. Passam pelo acesso a comida, roupa, saúde, casa e segurança. De acordo com o artº 25 da declaração universal dos direitos do homem “toda a pessoa tem direito a um nível de vida suficiente para lhe assegurar e à sua família a saúde e o bem-estar, principalmente quanto à alimentação, ao vestuário, ao alojamento, à assistência médica e ainda quanto aos serviços sociais necessários, e tem direito à segurança no desemprego, na doença, na invalidez, na viuvez, na velhice ou noutros casos de perda de meios de subsistência por circunstâncias independentes da sua vontade.” Maslow (1954) criou a teoria da motivação que nos diz que qualquer ser humano possui necessidades comuns que motivam o seu comportamento. Para atingir necessidades superiores temos de começar pelo fundo da pirâmide na qual estão as necessidades fisiológicas. Para que se possa almejar o seguinte patamar de necessidades, o patamar imediatamente inferior deve ser minimamente alcançado. Nas necessidades ao nível mais básico temos as fisiológicas, como a nutrição, a hidratação, a higiene pessoal e envolvente, actividade física regular, etc.

Já Len Doyal e Ian Gough dizem-nos que as necessidades básicas se prendem com a satisfação das seguintes situações:

_ Nutrição adequada em comida e água;

_ Alojamento adequado e protector;

_ Um trabalho não ocasional;

_ Um ambiente físico seguro;

_ Protecção de saúde adequada;

_ Segurança na infância;

_ Relações primárias significativas;

_ Segurança física;

_ Segurança económica;

_ Seguro controle de natalidade e protecção infantil;

_ Educação Básica;

Ian Gough diz que as “necessidades são dimensões que se não estiverem satisfeitas pode provocar sérios danos e sofrimento”. Os objectivos do milénio têm também presente estas necessidades, que deveriam ser maioritariamente satisfeitas até 2015. Muitas dimensões estão associadas ao não cumprimento das condições básicas de vida, que vão desde o contexto político e social, os interesses instalados e as condições naturais de cada território.

Estas concepções são aceites de forma clara pelos governos, que percebem o que devem fazer primeiro, em matéria de cooperação, ou seja, aquilo que as pessoas realmente necessitam. Claro que nem tudo isto é possível de se realizar em países em vias de desenvolvimento. São países com problemas estruturais que requerem uma abordagem cuidada dos parceiros internacionais, beneficiando de programas de cooperação capazes de suprir estas necessidades.

O conceito de necessidades básicas, parece ser de alguma forma consensual entre autores, embora isso não se verifique no terreno, estão criadas condições para que se cumpra a ajuda essencial aos países que não têm por si só, capacidade de oferecer condições básicas de vida à sua população.

BIBLIOGRAFIA

Huitt, W. (2007). Maslow's hierarchy of needs. Educational Psychology Interactive, 1-5.

Len Doyal e Ian Gough, 1991, A Theory of Human Need, Macmillan, Londres.

Mira, M. L. G. Necessidades básicas e condições de vida: um enfoque de saúde, um olhar de assistente social.

Declaração Universal dos Direitos Humanos (acedido a 14 de Junho de 2013)

www.ts.ucr.ac.cr/binarios/congresos/reg/slets/slets-019-248.pdf (acedido a 16 de Junho de 2013)

c1.camoes.cdn.cloudapp.pt/images/cooperacao/objectivosdesenvolvmilenio.pdf

AUTORIA

Ernesto Tiago Borges de Jesus

Trabalho realizado no âmbito da disciplina de Desenvolvimento e Cooperação Internacional, da licenciatura em Administração Pública, da Universidade de Aveiro

regulamento