International Migration Outlook 2018

A edição de 2018 do International Migration Outlook analisa os recentes desenvolvimentos nos movimentos e políticas de migração nos países da OCDE e em alguns países não membros, e analisa a evolução dos resultados do mercado de trabalho dos imigrantes nos países da OCDE, com foco na qualidade do trabalho dos migrantes e respectivas ocupações. Inclui dois capítulos especiais sobre a contribuição de fluxos recentes de refugiados para a força de trabalho e sobre o emprego ilegal de trabalhadores estrangeiros. Inclui também notas de países e um anexo estatístico. Em dados recolhidos em 2016, o fluxo de população estrangeira para Portugal foi de 46 900, o maior nível desde 2010 e de 24% em relação a 2015. Este grande fluxo conduziu ao primeiro aumento de população estrangeira desde 2009. Foram 397 700 estrangeiros nacionais que vivem em Portugal em 2016, um aumento de 2,3% em relação a 2015. A nível do compromisso de Portugal com a Agenda de Migração da UE para acolher e realojar 4 574 pessoas provenientes da Grécia e da Itália até dezembro de 2017, entre janeiro e junho de 2017, 2 250 indivíduos foram realojados ou reinstalados, aproximadamente 50% do número total que havia sido acordado. 

_descarregar aqui

 

Latin-American Economic Outlook 2018: Repensar as instituições para o desenvolvimento

A OCDE acaba de lançar o Latin-American Economic Outlook 2018 que, na sua 11ª edição, faz uma análise social e económica da região da América-Latina e Caraíbas. Este relatório revela a existência de uma desconexão entre os cidadãos e as instituições públicas, que se traduz pela crescente falta de confiança e pela redução dos níveis de satisfação das populações. Identificando a necessidade premente das instituições para o desenvolvimento se tornaram mais inclusivas e mais eficientes na região.

_ler+