Existem 300 Termos neste glossario. novo termo
Todos a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z
Pagina:  « Anterior 1 2
entradas
artigo
palavras chave: cultura portuguesa, monarquia

A Fundação Dom Manuel II foi criada em 1968 pela Senhora Dona Augusta Victória, viúva de sua Majestade El-Rei Dom Manuel II. O actual presidente da Fundação Dom Manuel II é o chefe da Casa Real Portuguesa, o Duque de Bragança, Dom Duarte Pio, por designação da fundadora, a Rainha Dona Augusta Victória.

É uma instituição particular, sem fins lucrativos, de assistência social e cultural, com acções no território português, nos países lusófonos, e nas comunidades portuguesas em todo o mundo. Tem carácter perpétuo e é dotada de personalidade jurídica.

Ao longo do seu percurso, a Fundação Dom Manuel II tem desenvolvido projectos com diversas instituições e organismos portugueses e internacionais como a Dempo Foundation, AMI, Fundação Sousa Pedro, Diocese de Baucau, Diocese de S. Tomé e Príncipe, Fundação Oureana, Fundação Aljubarrota, Premio Infante Dom Henrique, The Bamboo Foundation, entre outras. A sua sede localiza-se em Lisboa.

Desde a nomeação do Duque de Bragança a presidente da instituição em 1983 que a Fundação Dom Manuel II alargou o seu âmbito de actuação dedicando-se sobretudo à preservação dos laços culturais entre Portugal e os países lusófonos.

As primeiras iniciativas forma desenvolvidas pelo Instituto Dom Manuel II que ministrou diversos cursos de formação profissional e desenvolveu projectos de investigação cientifica na Guiné-Bissau. Mais tarde multiplicaram-se as iniciativas em Timor, Cabo Verde, Angola, Guiné, Moçambique, a Índia de expressão portuguesa bem como nas comunidades portuguesas emigradas no estrangeiro.

Em breve, a fundação espera contribuir de um modo mais significativo para a difusão da Língua Portuguesa no âmbito da Comunidade de Países de Língua Portuguesa, assim como noutros sectores de grande interesse para os seus países membros.

PROJECTOS

Em África, a fundação tem desenvolvido projectos na área da educação, com o intuito de promover a cultura portuguesa e a literacia. Prova disso foi a abertura de uma biblioteca na Diciose de Luanda, em Angola, e Porto Amélia e Maputo, em Moçambique. Ainda em Angola, na área do Ambiente, a fundação desenvolve um projecto de arquitectura ecológica e economicamente sustentável, em colaboração com a Fundação Sousa Pedro. Já na Guiné-Bissau prepara uma acção no campo do desenvolvimento da agricultura tradicional e da protecção ambiental em colaboração com a ONG guineense AD – Acção para o Desenvolvimento.

Na província de Cabinda, foi feita uma oferta de tipografia e promovido um curso de artes gráficas. Na mesma região, em colaboração com a Diocese de Évora, foram enviados 10 contentores de bens de primeira necessidade.

Na área social, a Fundação Dom Manuel II criou em São Tomé e Príncipe um centro social e apoio à infância e uma escola de formação profissional na ilha do Príncipe.

No continente americano, a fundação tem actuado na promoção e preservação da cultura portuguesa junto das comunidades emigrantes, nomeadamente nos Estados Unidos da América e no Canadá.

A Oriente, a fundação criou bibliotecas e escolas em língua portuguesa na Índia – Goa e Diu – e em Timor-Leste. Ainda em Timor, está a promover um projecto de desenvolvimento rural e protecção ambiental integrado nas realidades sociais e económicas actualmente existentes no país, em cooperação com a Bambu Foundation de Bali, Indonésia, e associações locais. Além disso, apoia periodicamente as dioceses de Díli e Baucau.

Em Portugal, tem desenvolvido a sua acção na preservação da memória de Dom Manuel II, através da organização de palestras, conferencias e debates e da celebração de datas comemorativas da monarquia.

A Fundação Dom Manuel II tem apoiado financeiramente diversas instituições portuguesas como Banco Alimentar Contra a Fome, Albergues nocturnos de Lisboa, Residência de Idosos de Campolide, Casa de Protecção de Mães Solteiras de Santo António, Lar da Freguesia de Nossa Senhora das Mercês, Leigos para o Desenvolvimento, Prémio Infante Dom Henrique, Obra do Padre Gregório, Província Portuguesa da Companhia de Jesus, Fundação Cardeal Cerejeira, Ordem Soberana de Malta, Jornal Cruz Alta e Fundação Frei Manuel Pinto da Fonseca.

Os relatórios de contas e de actividades não estão acessíveis no site da instituição.

CONTACTOS

Rua dos Duques de Bragança, 10

1200-162 Lisboa

Telefone / Fax: (+351) 213 423 705 / 213 420 225

E-mail: fdommanuel@portugalmail.pt

Site: www.fdommanuel.org

NOTA

Informação ainda não confirmada pela instituição

artigo
palavras chave: ajuda humanitária, prevenção de desastres e catástrofes

A Fundação Focus Assistência Humanitária (FOCUS) é uma agência internacional de ajuda de emergência que proporciona meios de auxílio e assistência durante e a seguir a uma situação de calamidade natural ou provocada pelo homem, incidindo essencialmente sobre as famílias mais vulneráveis. Criada em 1995 e registada como ONGD de pessoa colectiva de utilidade pública, a FOCUS tem sede no Centro Ismaili, em Lisboa. É uma fundação afiliada da Rede Aga Khan para o Desenvolvimento e as iniciativas são inspiradas nas tradições de uma fé construída em torno da ética, da compaixão e do cuidado por aqueles que mais necessitam.

Através da sua intervenção, a Focus procura proporcionar auxílio, avaliando as necessidades imediatas dos que foram afectados pelo desastre, providenciando o essencial como comida, cuidados de saúde, roupa e abrigo temporário e auxilia ainda no reassentamento, assistindo as pessoas deslocadas em situações específicas a recuperar a auto-confiança enquanto mantêm a sua dignidade. Além disso, a fundação actua ainda na prevenção de catástrofes, identificando perigos naturais e treinando profissionais e voluntários para os enfrentar.

As zonas do Mundo onde a FOCUS está ou já esteve envolvida incluem o Afeganistão, Canadá, Índia, Moçambique, Quénia, Madagáscar, Paquistão, Tajiquistão, Síria, Rússia, França e Portugal. A Focus tem essencialmente respondido a situações de emergência e actuando, em simultâneo, na preparação, mitigação e prevenção de desastres.

PROJECTOS

A Focus formou jovens voluntários no Reino Unido para intervir com a missão de salvar vidas em caso de um desastre, bem como desenvolver competências básicas necessárias para a gestão de qualquer tipo de calamidade.

Em 2009, em conjunto com a Justice Institute of British Columbia, a Focus organizou várias sessões de formação, de treino e de planeamento no âmbito da Gestão de Emergências para as Equipas Regionais de Gestão de Emergências (RDMT´s – Regional Disaster Management Teams) nos vários estados norte-americanos.

Trabalhando em conjunto com as Agências AKDN – Aga Khan Development Network e a Comissão do Parlamento Europeu (CE), Departamento de Auxílio Humanitário e Desenvolvimento de Projectos de Prevenção de Catástrofes (DIPECHO), a Focus implementou um projecto intitulado “Building local Leadership and Mainstreaming Disaster Risk Reduction in Northern Pakistan” (“Criar um grupo de Coordenadores locais na área da Gestão de Emergências e de Redução do Risco de Desastres no Norte do Paquistão”).

Num programa em parceria com as Nações Unidas e com o Ministério Afegão para a Reabilitação e Desenvolvimento, a Focus contribuiu no imediato com ajuda alimentar num pós desastre para as famílias mais vulneráveis, inicialmente no Afeganistão e estendeu-se até ao Paquistão e em outras regiões onde surge a mesma necessidade.

FINANCIADORES

Os principais financiadores da Focus são o DIPECHO – Desenvolvimento de Projectos de Prevenção de Catástrofes (DIPECHO), a USAID – United States Agency for International Development, a UNICEF – United Nations Children's Fund, a Uniao Europeia, a Rede Aga Khan para o Desenvolvimento, entre outros donativos. Os relatórios financeiros e de actividades apenas se encontram disponíveis para consulta no escritório da Focus em Lisboa.

CONTACTOS

Telefone: (+351) 217 229 061

Fax: (+351) 217 229 048

E-Mail: focuseuro@cism.com.pt

Site: www.akdn.org/focus

BIBLIOGRAFIA
  1. Fundação Focus Assistência Humanitária Europa (Agosto 2010), FOCUS Global Newsletter 2ª Edição
  2. Fundação Focus Assistência Humanitária Europa (Janeiro 2010), FOCUS Global Newsletter 1ª Edição
artigo
palavras chave: ONGD sem informação disponível online
NOTA:

ONGD sem informação disponível online

CONTACTOS

Avenida Júlio Dinis, 23, 1.º Esq., Campo Pequeno

1050-130 Lisboa

Telefone: (+351) 217 983 400

Fax: (+351) 217 983 401

E-mail: sede@fundacao-sjd.pt

artigo
palavras chave: Cooperação para o Desenvolvimento, Desenvolvimento pessoal, Educação, Igreja

A Fundação Stela e Oswaldo Bomfim (Fundação Bomfim) é uma Fundação de Solidariedade Social, criada em 1993, por iniciativa da Igreja Evangélica Baptista de Braga, que promove o desenvolvimento pessoal, social, espiritual e artístico de pessoas de todas as idades. A sua sede localiza-se em Braga.

Tem como objectivos desenvolver actividades de carácter social e cultural de apoio a crianças, jovens, idosos, deficientes e outros excluídos da sociedade, bem como promover acções de solidariedade e cooperação entre os povos. A sua intervenção desenvolve-se nas áreas social, artística e da Cooperação para o Desenvolvimento.

PROJECTOS

Na área social, a Fundação Bonfim mantém em funcionamento um colégio que integra creche e jardim-de-infância, estando preparado para receber crianças dos quatro meses aos três anos; e os minilares, ou seja, unidades residenciais preparadas para acolher crianças em risco, preferencialmente, grupos de irmãos. A pensar nos mais velhos, a fundação tem a seu cargo também um Centro de dia e presta ainda apoio domiciliário a idosos.

No que diz respeito à sua intervenção na área artística, a fundação criou a Companhia de Música que foi fundada em 1993, no mesmo ano de criação da organização, para prestar um serviço cultural à cidade de Braga, através do ensino artístico a crianças. Trata-se uma escola oficial de ensino artístico especializado em música.

No campo da Cooperação para o Desenvolvimento, a Bonfim desenvolve o projecto CESTA – um programa de promoção do Desenvolvimento de cariz multidisciplinar, cuja sigla revela as áreas de acção: Construção, Educação, Saúde, Testemunho e Agricultura. Ao abrigo desta iniciativa, foram recuperados edifícios de centros de saúde e escolas primárias; foi criado o Centro Infantil da Etunda e facultada formação a professores. Na área da saúde, foram realizadas acções de sensibilização junto da população e procedeu-se ainda à formação de agendes de saúde em aldeias circundantes de Etunda.

Os relatórios de actividades e contas não estão disponíveis no site da instituição.

CONTACTOS

Rua da Boavista, 152-154

4700-416 Braga

Telefone: (+351) 253 27 12 67/ 253 21 37 49

Fax: (+351) 253 21 62 36

E-mail: info@bomfim.org

Site: www.bomfim.org

NOTA

Informação ainda não confirmada pela instituição

artigo
palavras chave: a determinar

a determinar

Pagina:  « Anterior 1 2
regulamento