“Cemitério” de escravos descoberto em Lagos

Em janeiro de 2009, a arqueóloga Maria João Neves e a equipa da «Dryas», fizeram um achado único a nível mundial quando escavaram na Gafaria no Parque do Anel Verde junto dos muros de Lagos, um dos mais antigos “cemitérios” de escravos. Continha de 155 esqueletos de escravos que, ao parece, foram simplesmente atirados fora dos muros a cidade como lixo ou qualquer animal morto entre os sécs. XV e XVII

 

Aspeto da estratificação (sobreposição das diferentes camadas sedimentares) do poço da Lixeira de Lagos.. – Os indivíduos encontrados foram cuidadosamente escavados
Alguns dos vestígios cerâmicos provenientes de oficinas espanholas e italianas evidenciam o vigor económico e comercial de Lagos durante o séc. XV e XVII.————————

A par de esqueletos de adultos foram recuperados na lixeira, 56 esqueletos de indivíduos subadultos, também reduzidos à condição de escravos.                    à

Foi identificado um esqueleto de uma mulher que nos seus braços tinha depositado um esqueleto de um neonato. A posição dos ossos deste indivíduo indicam que ele estaria amarrado..
Também foram recuperados alguns itens de arte africana. Esta peça em osso está exposta no Mercado de Escravos, em Lagos. – A porosidade óssea que este indivíduo apresenta no teto das órbitas (cribra orbitalia) resulta de uma absorção deficiente de ferro, típica de condições anémicas provocadas por carências alimentares ou estados de debilidade provocados por exemplo por doenças infeciosas.

Para mais notícias sobre este achado, ver:

http://www.algarve123.com/pt/Artigos/2-1453/A_face_oculta_dos_Descobrimentos

http://www.dn.pt/inicio/ciencia/interior.aspx?content_id=2169763

http://liberal.sapo.cv/noticia.asp?idEdicao=64&id=26191&idSeccao=518&Action=noticia

http://sergivs.blogs.sapo.pt/149486.html

http://www.jn.pt/paginainicial/pais/concelho.aspx?Distrito=Faro&Concelho=Lagos&Option=Interior&content_id=1305643

http://boasnoticias.clix.pt/noticias_Lagos-Achado-arqueológico-de-valor-inestimável_9263.html